fbpx

Como saber se uma agência de marketing digital é confiável?

O maior medo dos empresários ao contratar uma nova agência é saber se ela conseguirá entregar resultados. O que poucos sabem é que a maior parte das agências estão obsoletas. Veja o porquê.

  • As agências de marketing digital estão obsoletas?
  • Marketing Criativo x Marketing de Resultados
  • A agência entende o seu negócio em profundidade?
  • Conclusão: o que fazer então?

Saber se uma agência de marketing digital é confiável passa por tentar entender um pouco dos processos que serão confiados à agência. Infelizmente, nem todo empresário sabe que no ato de delegar atribuições para uma determinada agência é preciso também entender um pouco do trabalho que ela irá executar.

Com base no relato de muitos empreendedores, que tiveram experiência anterior com alguma outra agência, entendemos que a maior parte das empresas desse segmento executa serviços que não são completos ou entregam resultados que não são satisfatórios. Isso acontece pois, como o marketing digital é muito dinâmico e acelerado, muitas agências são incapazes de acompanhar a evolução do mercado.

É importante entender também quais as expectativas da empresa ao contratar uma agência e a finalidade do serviço contratado de modo que tanto o cliente quanto a agência contratada se certifiquem que o projeto é viável.

 

As agências de marketing digital estão obsoletas?

A resposta é curta: a maioria sim! Quando um empresário procura uma agência de marketing digital para melhorar sua comunicação, seja com a criação de um novo site, gestão de redes sociais ou mesmo a veiculação de publicidade na internet, no fim, seu objetivo é um só: vender!

Porém, muitas agências entendem o marketing como mera entrega de serviço contratado e não se comprometem efetivamente com os resultados. Não é uma crítica gratuita, mas uma constatação do que ocorre no mercado.

Muitas agências ainda estão presas a processos antigos e vendem “branding” como justificativa de altos preços e resultados a longo prazo. Poucas se comprometem com vendas ou resultados de curto prazo, optando geralmente por contratos longos que se perdem tanto em qualidade quanto em finalidade no correr dos meses.

 

Marketing Criativo x Marketing de Resultados

Costumamos dizer que existem dois tipos tipos de empresas de marketing digital atualmente: as empresas voltadas ao marketing criativo, que faz um trabalho voltado ao branding, como postagens em redes sociais, anúncios com artes criativas, logotipos, etc; e empresas voltadas ao marketing de resultados, cujo objetivo é gerar vendas – não importando a ferramenta.

Uma agência tradicional, criativa, focada em construir sites, geralmente leva 90 dias ou mais para executar esse serviço. O processo de criação, mesmo usando tecnologia simples e já assimilada, costuma ser lento e passar pelas seguintes etapas: briefing, layout, programação, ajustes, aprovação pelo cliente e entrega final.

Depois de todo esse processo, com muitas idas e vindas até a entrega do site, qual o resultado? O site é mero cartão de visitas da empresa ou efetivamente converte visitas em vendas? A agência fez uma análise de experiência do usuário sob a perspectiva do consumidor que utilizará o site ou apenas atendeu os apontamentos do empresário para entregar logo o site?

Nesse caso, se nada além do solicitado pelo contratante foi feito, o site já estará obsoleto perante o mercado, pois a agência não se atentou ao comportamento do público do cliente, ao posicionamento das empresas concorrentes e às tendências de comportamento dos consumidores na internet no momento atual.

Uma agência de marketing de resultados, por outro lado, tem como missão entregar resultados, realizar vendas, então buscará eliminar pontos de rejeição e facilitar o processo de venda ou de solicitação de orçamentos através do site. Isso, pois sua missão não é a construção do site, mas a entrega de uma ferramenta que gere vendas para a empresa.

A dica que fica é a seguinte: se seu objetivo for construir um site meramente com a finalidade de branding, contrate uma agência criativa. Se seu objetivo for um pouco além disso, ou seja, transformar visitantes em clientes, contrate uma empresa focada em marketing de resultados – o mesmo vale para outros serviços.

 

A agência entende o seu negócio em profundidade?

Essa é uma pergunta que precisa ser feita. Muitas empresas apenas repetem processos com leves adaptações, não importando as especificidades que tornam seu negócio único ou diferenciado no mercado.

Se a agência contratada não é capaz de atuar em verdadeira parceria e compreender em profundidade o seu negócio, dificilmente será capaz de entregar resultados compatíveis com o seu potencial. É por isso que muitas das empresas que obtêm sucesso na internet internalizam alguns processos ou tem um gestor que estudou para aplicar os principais conceitos e não depender apenas das agências.

Agências focadas em resultado, por outro lado, buscarão ocupar essa lacuna e ter um entendimento pormenorizado dos seus processos, mesmo físicos, transpondo-os para o mundo digital. Além disso, podem propor ações que vão contribuir para o sucesso do projeto como um todo.

Recentemente, por exemplo, fizemos uma campanha para atrair clientes para uma empresa. A campanha foi um sucesso, gerou milhares de cliques e centenas de contatos no WhatsApp da empresa, mas poucas vendas foram realizadas. Identificamos que o problema estava no atendimento e propomos um curso para ensinar as atendentes a como abordar clientes utilizando o WhatsApp. Isso fez uma grande diferença e a empresa otimizou cada centavo investido em anúncios, sabendo que a maior parte das vendas seriam feitas. Você pode conferir esse case aqui.

 

Conclusão: o que fazer então?

Como vimos, os objetivos da empresa contratante e da contratada precisam estar alinhados e é preciso ter uma sinergia para que a relação de confiança se dê desde o início da parceria. Empresas com objetivos e visão de mundo opostas fatalmente entrarão em conflito durante a jornada no marketing digital.

Agências pouco comprometidas com resultados, dificilmente trarão resultados para você. É preciso então identificar se nos cases apresentados pelas empresas que você está orçando, o portfólio é apenas uma galeria de fotos ou os resultados são realmente apresentados e podem ser verificados: “aumento de X% nos orçamentos solicitados”, “crescimento de Y% no número de acessos”, “Z ligações a mais para a empresa no último mês”, etc.

Este não é um artigo que busca promover vendas de forma direta, mas elucidar um pouco das características conflitantes existentes no mercado de marketing digital.

Para saber se uma agência de marketing digital é confiável, diferencie-se também como consumidor e busque entender um pouco sobre os processos e serviços que são oferecidos: um pouco mais de informação a seu favor certamente ajudará a entender quais os tipos de profissionais e empresa você está contratando.

As agências estão acostumadas a lidar com clientes totalmente leigos e isso é um fator que impacta no mercado. Se vai conversar sobre e-mail marketing, por exemplo, veja vídeos sobre “boas práticas de e-mail marketing” ou “principais erros no e-mail marketing”. Se você conseguir dialogar com a agência, mostrando algum entendimento, elevará automaticamente o nível de exigência e a necessidade da agência em prover resultados reais para a sua empresa.

Agora, saiba que você pode contar conosco para qualquer dúvida que não abordamos neste artigo. Muito além de oferecer serviços na área de marketing digital, somos uma consultoria e assessoria especializada em identificar problemas que impedem o seu negócio de crescer na internet.

Mesmo empresas que já possuem alguma agência contratada podem contar com nossa consultoria para analisar a performance, corrigir erros e apontar o melhor caminho para sua estratégia na internet. Somos especialistas em marketing de resultados. Então, entre em contato conosco para saber como podemos ajudar também o seu negócio.

Leia Mais

Como entender e aplicar na prática o Marketing Digital

Marketing Digital é o tipo de conceito que é citado em quase todo lugar, mas poucos sabem realmente do que se trata. Descubra de uma vez por todas o que é, afinal, o Marketing Digital e como você mesmo pode aplicá-lo no seu negócio.

 

O que é Marketing Digital?

Marketing Digital é basicamente qualquer forma de propagação de marcas, produtos ou serviços por meio de mídias eletrônicas.

Eu sei, parece um pouco vago…

E é mesmo! Sob este conceito, o rádio ou a televisão podem ser considerados instrumentos de Marketing Digital. No entanto, na atualidade, o Marketing Digital tem sido melhor referido como:

Marketing Digital é um conjunto de estratégias online de publicidade, voltadas à identificação de clientes em potencial utilizando ferramentas que permitem a segmentação e a comunicação direta com o público.

Em outras palavras, permite que empresas se conectem a consumidores que realmente têm interesse nos produtos ou serviços que elas oferecem.

Essa é a melhor forma de definir, atualmente, o que é marketing digital.

 

Marketing Tradicional versus Marketing Digital

Agora, antes de começarmos a falar de forma mais aprofundada sobre Marketing Digital é importante entender sua origem para descobrir por que tantos profissionais o utilizam atualmente.

Para não tornar o texto excessivamente cansativo e chato, ao invés de falar aqui dos primórdios da civilização, vou citar um exemplo que talvez facilite a compreensão do assunto.

Você se lembra da Aol?

Isso mesmo, aquela empresa que no início dos anos 2000 enviava milhares de CDs para praticamente todas as casas do Brasil?

Esse aqui, ó!

Para quem não sabe, a Aol, àquele tempo, era uma gigante da internet mundial, tinha 25 milhões de clientes nos Estados Unidos e chegou a valer US$ 150 bilhões!

O que a Aol fez com o envio em massa de CDs foi, de certa forma, um pouco do Marketing Digital que era possível naquele momento, mas junto às velhas práticas do Marketing Tradicional.

A receita era muito simples: entupir cada casa com dezenas de CDs do discador Aol e assim, quando a pessoa fosse se conectar à internet, bastaria pegar um que estivesse ao alcance e inserir no computador.

Dois cliques e pronto! Internet discada já configurada e com algumas horas gratuitas para navegar.

Não sei estimar o investimento que a Aol precisou fazer, mas como nos conta o blog Manual do Usuário, em 1998 a Aol usou toda a capacidade de produção de CDs do mundo!

Bom, devem ter gasto muito dinheiro…

Você deve estar se perguntando: mas, e o resultado?

Após alguns anos insistindo na mesma estratégia, a Aol finalmente se viu forçada a vender sua base de clientes ao Terra e se retirar do Brasil.

As pessoas usavam os CDs para tudo, menos para se conectar à internet.

O resultado foi um completo desastre!

Como uma gigante multinacional do setor mais promissor do mundo (a internet!) quebrou?

A resposta é:

Ela apostou excessivamente no marketing tradicional.

Imagine que você quer aumentar o seu número de clientes, você pensa em uma estratégia similar: enviar uma apresentação por carta para cada residência do Brasil.

Quanto será gasto nessa ação? Quem são os clientes? Do que gostam? Quantos clientes vão te ligar no outro dia?

É impossível saber. É fazer marketing na completa escuridão sem qualquer meio de mensurar o retorno sobre o investimento, seja você o dono da quitanda ou de uma gigante multinacional.

O mesmo pode ser dito do envio massivo de e-mails marketing para contatos que você não conhece.

A verdade é que algumas pessoas compram listas de contatos, gastam milhares de reais em marketing e não têm retorno algum.

As pessoas também anunciam cegamente em revistas, jornais, outdoors, panfletos e geralmente têm baixo ou nenhum retorno sobre o seu investimento.

Essencialmente, esse não é o mesmo problema que a Aol enfrentou para conquistar novos clientes?

Talvez se a Aol tivesse segmentado o seu público, obtido contatos de pessoas que já tinham computador ou pelo menos das que compravam revistas sobre videogames e informática nas bancas, teria encontrado um bom nicho, enviado apenas alguns milhares de CDs, economizado milhões de reais e, quem sabe, ainda estaria presente no Brasil ocupando o lugar de gigantes como Uol e Globo.com.

 

5 Benefícios do Marketing Digital

Com a estratégia de Marketing Digital adequada, você encontra consumidores em praticamente qualquer localidade do país.

Agora que você já sabe das principais diferenças entre o jeito antigo de fazer marketing e o Marketing Digital, vamos falar sobre alguns dos benefícios de fazer marketing utilizando a internet.

  • Oportunidades iguais

Não importa se você é o dono da quitanda ou uma gigante multinacional.

No Marketing Digital as oportunidades são equivalentes e muitas vezes a estratégia bem sucedida de um jovem empreendedor pode derrotar uma gigante multinacional com anos de experiência.

Google, Netflix e Uber provaram isso ao tornarem a concorrência irrelevante.

Catálogos de serviços, locadoras de vídeo e táxis tem um destino em comum. Duvida?

  • Canal direto com o público

Estabelecer presença estrategicamente na internet permite que o seu público se comunique com você em tempo real.

O que é melhor: ter um site que só exibe o produto e todo mundo o rejeita, mas você não sabe disso, ou ter canais interativos, onde o público expõe sua opinião e você redesenha o produto conforme as necessidades dos consumidores?

O Marketing Digital permite validar produtos, serviços e até mesmo a comunicação da sua empresa praticamente de graça.

Grandes empresas investem milhões em pesquisa e desenvolvimento. Pense nisso!

  • Alcance

Se você tem um negócio local, provavelmente já pensou em crescer e expandir sua presença para outras áreas de maior movimento em sua cidade ou até mesmo nas cidades vizinhas.

Atualmente, que lugar tem mais movimento do que a internet?

Com a estratégia de Marketing Digital adequada, você encontra consumidores em qualquer lugar.

E se, ao invés de investir em duas novas lojas, você passar a atender pessoas em mais lugares e concentrar o investimento em uma melhor logística e distribuição do seu produto?

  • Informações precisas

À medida que você interage com o público, você consegue coletar informações importantes, como nome, e-mail, telefone, idade, sexo, endereço, interesses, etc. Com essas informações em mãos, você faz mais do que apenas enviar e-mails para todo mundo ou postar “Feliz Ano Novo” no Facebook.

Crie campanhas altamente segmentadas, assegurando o interesse do público e obtendo alto grau de fidelização com essas ações.

Submarino, Americanas e Extra estão fazendo isso neste exato momento. Ou você nunca recebeu um e-mail com cupom de desconto para aquele produto que você tanto queria no seu aniversário?

  • Métricas perfeitas

O resultado das suas campanhas pode ser coletado em tal nível de precisão que nem George Orwell foi capaz de imaginar ao escrever o livro 1984.

Um produto novo foi adicionado e não está vendendo? Que tal mudar o texto ou a chamada para o produto?

Se uma hora depois isso não funcionar, que tal um novo botão de “Comprar” ao lado da foto do produto?

O Marketing Digital evita desperdício em campanhas que não funcionam e permite que a empresa se adapte rapidamente para gerar os resultados esperados.

 

Tendências do Marketing Digital

No Marketing Digital o usuário segmenta e escolhe aquilo que quer ver, se relacionando apenas com o conteúdo de sua escolha.

Os especialistas são unânimes atualmente: o futuro será definitivamente do Marketing Digital.

Desde a internet das coisas aos carros autônomos, o Marketing Digital, como conceituamos aqui, estará presente em tudo e em todos os momentos.

E isso já é visível, com o Marketing Digital estabelecendo presença dia e noite na vida das pessoas através dos smartphones, por exemplo.

E, por mais que isso pareça massivo, com tantas empresas buscando investir nesta modalidade de marketing, cada empresa tem o seu espaço, uma vez que ao contrário do que era praticado no marketing tradicional, quando a televisão impactava todo mundo sem pedir permissão, no Marketing Digital o usuário segmenta e escolhe aquilo que quer ver, se relacionando apenas com o conteúdo de sua escolha.

Assim, as empresas precisam compreender que não basta despejar dinheiro nas campanhas…

Antes é preciso ser útil às pessoas para que elas deem permissão ao relacionamento que se inicia com a marca.

 

Conclusão

Entender um pouco mais sobre Marketing Digital é fundamental para os negócios.

Saber como se posicionar na internet é algo cada dia mais fundamental aos empreendedores.

Acredite, se você chegou até aqui, então você está no caminho certo.

Ao buscar entender esse universo do Marketing Digital, você já está à frente da maioria das pessoas.

Como você pôde ver, o Marketing Digital envolve definições muito amplas e talvez o melhor fosse se referir a ele como Marketing Online, para identificar mais precisamente o conjunto de estratégias a que estamos nos referindo.

Esse tipo de marketing permite que empresas de todos os portes possam competir com condições equivalentes…

O que vale mesmo para o consumidor não é a melhor propaganda, mas o relacionamento com a marca e a inovação na experiência de compra que é oferecida quando sua empresa é útil a quem precisa.

Espero que esse simples artigo sirva para te ajudar a entender o por que é importante sair do offline e migrar definitivamente para o online.

Como vimos, a Aol estava com um pé no digital, mas com a mente ainda no tradicional.

Hoje, muitas empresas estão exatamente nessa situação.

A partir de agora, você sabe que não basta apenas ter um site e receber alguns e-mails.

É preciso utilizar os canais de forma correta!

Com essa informação em mente, você não pode mais permitir o desperdício de tempo e dinheiro em estratégias que simplesmente não funcionam.

Pessoas comuns estão aplicando o Marketing Digital em todo tipo de negócio.

Se você quer atrair mais clientes e se relacionar corretamente com eles, faça agora mesmo uma análise da sua presença online (sim, clique aqui!).

Se ficou alguma dúvida sobre o assunto, basta deixar um comentário abaixo que terei o prazer em responder.

Um abraço!

Leia Mais