É possível fazer uma campanha eleitoral com pouco dinheiro? Com recursos bem aplicados e iniciativa é sim possível fazer uma campanha forte e garantir resultado satisfatório nas urnas.

  • Preciso gastar muito para criar presença digital?
  • Diferença entre presença digital e campanha eleitoral
    • Presença Digital
    • Campanha Eleitoral
    • Investir certo para se eleger
  • Presença Digital é base para uma boa campanha
  • Campanha milionária X campanha modesta
  • Vou precisar gastar sempre?
  • O que é preciso fazer para obter presença digital
  • O tempo é um aliado na hora de gastar menos
  • Qual é o tempo adequado para começar?
  • Consigo construir sozinho minha estratégia digital?
  • Conclusão

 

Preciso gastar muito para criar presença digital?

É preciso gastar muito dinheiro para se eleger? Se você é daqueles que acreditam ser necessário gastar muito dinheiro para fazer uma campanha eleitoral, neste artigo vamos mostrar como organização, criatividade e aplicação correta de recursos, podem proporcionar uma excelente presença digital, sem que seja preciso gastar quantias exorbitantes na sua campanha.

Tudo que você investir na consolidação da sua presença digital, vai economizar na sua campanha, com muito melhor resultado.

A presença digital mudou a forma como se faz campanha eleitoral, com o advento da internet, ela se tornou uma condição sem a qual não é possível fazer uma campanha séria. O problema está justamente em saber qual é o valor justo para uma campanha de qualidade.

Se você não é um milionário em busca da eleição para Deputado Federal ou Estadual, o melhor que tem a fazer é não contar com os poucos dias formais de campanha eleitoral, para tanto, é bom distinguir presença digital e campanha eleitoral.

 

Diferença entre Presença Digital e Campanha Eleitoral

Presença Digital

A presença digital para campanha eleitoral é um período que deve ser iniciado bem antes da campanha eleitoral em si, é um período de aproximação, mapeamento e interação com possíveis eleitores. É nesse período que você criará intimidade com o público fazendo nascer a confiança que no futuro se tornará voto certo. É aqui que o candidato que quer economizar deve investir, fazendo toda a diferença na hora de economizar na campanha eleitoral.

Campanha Eleitoral

Segundo o especialista Tadeu Comerlatto, campanha eleitoral é o período compreendido em 45 dias em que o candidato deve: Lançar a Candidatura; dar Início a Campanha; Consolidar a Campanha; Desenvolver a campanha e; chegar na reta final.

Essa fase segue as rígidas orientações e restrições do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é administrada pela equipe de campanha do candidato dentro de limites muito específicos, o que difere completamente da presença digital desenvolvida anteriormente pelo candidato.

Nessa fase o candidato que não tem uma boa presença digital, não poderá construí-la da noite para o dia, isso porque as restrições de uma campanha, somadas ao tempo curto, não permitem que as melhores ferramentas fiquem a disposição do candidato na conquista dos seus eleitores. Além de tudo, a construção da presença digital e da campanha eleitoral, são atividades diferentes, construídas por equipes diferentes.

Investir certo para se eleger

Agora que sabemos a diferença básica entre Presença Digital e Campanha Eleitoral, podemos afirmar que quem tem uma boa Campanha Eleitoral teve também uma boa Presença Digital prévia, é possível inclusive que uma Boa Presença digital supra muitas necessidades da própria Campanha Eleitoral.

Quem acredita que deve começar a firmar Presença Digital somente no período de campanha, preparou a receita para gastar muito. A construção de uma relação de confiança entre candidato e eleitor não se faz com excesso de panfletos, churrasquinho, troca de favores e tapinha nas costas. Calcula-se que para gerar empatia de um eleitor para com um candidato, seja necessário um mínimo de dez interações com o eleitor.

É sabendo disso que agências de marketing digital voltadas para campanha, costumam apostar no excesso de veiculação de anúncios para suprir a falta de uma presença digital anterior a campanha, o que além de encarecer muito os custos com material artístico e anúncios, não é o tipo de interação bem recebida pelos eleitores, que mais das vezes se incomodam com excesso de propaganda do manjado sorridente candidato; é aí que uma campanha encarece, podendo chegar a cifras descomunais que vão de um milhão e meio a dois milhões e meio de reais para disputar uma cadeira de Deputado Estadual ou Federal.

Outro fator importante é não errar na escolha da agência de Marketing Digital, porque muitas estão obsoletas, e podem não contribuir com sua campanha. Confira aqui Como saber se uma agência de Marketing Digital é confiável

Presença Digital é a base de uma boa campanha

Toda Campanha Eleitoral é mais bem sucedida quando o candidato já construiu uma presença digital forte e portanto já é uma autoridade.

Se antes da campanha o candidato foi, ao longo de um ano ou mais, aparecendo gradativamente para o seu público, durante a campanha não precisará se apresentar com mais intensidade ao eleitor do que deve fazê-lo conhecer seu número de candidato, afinal, as pessoas já sabem quem ele é porque tiveram contato com sua presença digital várias vezes ao longo do ano.

 

Campanha milionária X Campanha Modesta

O objetivo de uma campanha é um só: ganhar a eleição! Não importa se você gastou um milhão e meio durante a campanha ou se gastou dez mil na campanha em si, graças a um investimento fragmentado no decorrer de um ano.

Uma campanha milionária pode se dar ao luxo de começar próximo ou no período de poucos dias estipulados pelo TSE, mas se você é o candidato que não tem tanto para investir ou simplesmente quer ter uma campanha modesta, não pode cair no erro: em cima da hora o que conta é fluxo de propaganda, neste caso, quem tem mais dinheiro sai na frente.

Se você quer ou necessita fazer uma campanha modesta, saiba que ela pode ser muito mais bem sucedida que uma campanha milionária, basta começar antes, consolidando uma boa presença digital, aparecendo para o público certo e tendo seu público bem registrado.

Para conseguir uma boa Presença digital você investirá por volta de cem mil reais caso não tenha nada e tenha que começar do zero. Esse valor é distribuído ao longo de um ano ou mais, o que o torna diluído em etapas e mais fácil de honrar. Achou muito? A depender de quem você é, isto é, da sua capacidade de produzir conteúdo, esse valor pode se reduzir drasticamente, até cinquenta mil reais concernentes à parte técnica, que você não pode fazer sozinho porque não pode dispensar a técnica e a estratégia profissional.

 

Vou precisar gastar sempre?

Para cada tipo de candidato é preciso desenhar uma estratégia; fato é que é possível gastar moderadamente e obter recursos que vão servir ao candidato muito mais do que só para um pleito eleitoral, vão servi-lo por toda a vida.

O que você gastar para construir sua presença digital para a próxima eleição, se bem feito, não se perderá depois da eleição, ao contrário, a estrutura de uma boa presença digital requer pouquíssimo investimento recorrente, o que quer dizer que a cada ano você terá uma estrutura mais robusta, estrutura crescente, enquanto os gastos com ela seguem no caminho oposto, são decrescentes. A cada ano você gasta menos e cresce mais!

Uma vez construída as bases da sua presença digital, custos recorrentes podem ficar abaixo dos mil e duzentos mensais, entregando resultados verdadeiramente espetaculares.

 

O que é preciso fazer para obter presença digital

A “espinha dorsal” de toda presença digital é a mesma, ela pode ser mais enxuta ou mais gordurosa a depender de quanto tenha ou queira investir, importante é saber que em qualquer um dos casos, construir uma boa presença digital para sua campanha sairá mais barato que esperar a campanha chegar para só então investir, nesse caso, quanto antes começar mais vai economizar e melhores resultados quando chegar o pleito.

É preciso produzir material chamativo e ter rotina de postagens, é aqui que a criatividade do próprio candidato e sua postura ditam significativa diferença no valor e no resultado, porque sendo espontâneo e criativo, produzirá material relevante e caberá aos profissionais apenas alguns detalhes técnicos para dar aos seus materiais o máximo de desempenho e fluxo, tornando-o em pouco tempo uma autoridade referência nos campos em que pretende fixar suas propostas de campanha.

 

O tempo é um aliado na hora de gastar menos

Quanto mais perto da Campanha Eleitoral você esperar chegar para começar seu trabalho em busca da sua Presença Digital, mais precisará desembolsar para adquirir o que com tempo de sobra não lhe custaria tanto, além do que, seus resultados poderão não ser tão eficientes quanto seriam se tivesse começado a investir com tempo hábil.

O que você precisa entender é que quanto menos tempo tiver entre a decisão de contratar um serviço para construção da sua Presença Digital e a Campanha em si, mais exclusividade precisará dos profissionais que se debruçaram sobre sua contrução de presença digital, o que vai onerar seus gastos, além disso, o dinheiro que investiria diluído precisará ser despendido em algumas poucas tacadas, o que pode dificultar as coisas para você: que é capaz de arcar com os custos parcelados mas não concentrados.

Qual é o tempo adequado para começar?

No fundo a questão toda não é tão fácil de responder, afinal, para cada candidato há uma estratégia. A depender do que você tem ou não tem, menos ou mais é o que precisará investir. Além disso, há uma pergunta subjacente da mais alta importância, afinal, “Quão grande é o seu desejo vencer?” esta é a pergunta que está por trás da decisão de começar no momento em que se toma conhecimento da importância de dar esse passo, não importando a questão de tempo.

É fato que há pessoas precavidas que começam com quatro anos de antecedência, há pessoas que começam com dois, há algumas entretanto, que só começam com um ano ou seis meses, até três meses antes da pré campanha. O que define o quão bem sucedido você será dentro de tal e qual tempo, são fatores a serem levantados dentro da sua análise profissional de perfil.

O fato é que, como dissemos, o investimento nunca é perdido, quem começou a fazer sua presença digital na eleição em 2018, visando a eleição de 2022, certamente está muito mais tranquilo do que quem começou agora no fim de 2021. Por sua vez, quem começou no fim de 2021 estará mais tranquilo do que quem começar em janeiro de 2022, e assim por diante…

 

Consigo construir sozinho minha estratégia digital?

Certamente não, afinal, saber como funciona um time de futebol e quais são as regras do jogo, não fazem de você um jogador talentoso nem um técnico eficiente. Por isso é preciso saber que não é possível fazer uma campanha “custo zero”, isso é o que querem te convencer o pessoal do Partido, que precisa dos seus votos para ajudar a legenda, mas você não pode se deixar enganar.

É possível, como dissemos, trabalhar de modo assertivo, gastando pouco e impactando muitas pessoas, mas na constelação de programas, técnicas, aplicativos e serviços que se apresentam para resolver os problemas, quais são os mais adequados para o seu orçamento? Em que momento precisam começar a funcionar? Como se dirigir a este e aquele público? Como fazer a propaganda atingir quem espera por ela, e como tornar um curioso um eleitor? Tudo isso são detalhes técnicos conhecidos por profissionais.

 

Conclusão

Neste exato momento muitos futuros candidatos estão trabalhando a presença digital, encontrando os futuros eleitores que na verdade poderiam encontrar você e suas propostas.

Esperamos que o presente artigo tenha contribuído na sua jornada, agora você já sabe como ter oportunidade de competir com grandes adversários evitando desperdício de tempo e dinheiro.

Se você quer começar a se relacionar com aqueles que pensam como você, chamando a atenção deles para sua futura candidatura, é importante saber quem você é e onde está, para saber de onde partir, faça agora mesmo uma analise da sua presença digital, e se quiser tirar alguma dúvida que não abordamos aqui no artigo, deixe seu comentário que terei prazer em responder.

Um abraço